Realizando o Desejo de um Corno Iniciante Parte 1

Amor tenho que resolver um negócio com dois empresário sábado à tarde você quer ir comigo: Ok posso ir sim amor, combinado, chegou o sábado e fomos até os clientes que foi combinado de encontrarmos em sua chácara, fomos chegando na chácara deles, era mais ou menos umas duas horas, estava muito quente, chegamos lá só tinha um, ele nos convidou para entrar, e nos serviu um suco de limão, e disse: olha meu sócio logo chega, e logo saiu para nos mostrar a chácara, e ai depois de uns trinta minutos retornamos a casa, todos estávamos muitos suados e com muito calor, a piscina estava com agua cristalina e convidativa, ele logo disse: Bom como o meu sócio está demorando

vamos pegar uma piscina? (QUEM É ELE, E COMO ELE É) “UM DESCONHECIDO QUE CONHECI EM UM SITE DE RELACIONAMENTOS E COMBINAMOS TUDO INCLUSIVE EU COMPREI AS ROUPAS E DEIXEI COM ELE, ELE ESTAVA DE SHORT DIZ E CAMISETA REGATA, IDADE 55 ANOS GRISALHO, PORTE FÍSICO LEGAL, PELUDO, COXAS GROSSAS, MÉDIA DE 1.80, COM SEUS 80 QUILOS, BRANCO, CABELO GRISALHO E CORTADO SOCIALMENTE, MÃOS GRANDES, VOZ ROUCA, BONITO, ELEGANTE, ATRAENTE, EMPRESÁRIO, COM UMA ROLA DE 24 CENTÍMETROS E GROSSA CABEÇUDA CHEIA DE VEIAS), e respondi: olha infelizmente não, nós não estamos preparado para isso, ele falou: Oras que isso, damos um jeito, e falou: Você pode tomar banho de cueca e depois vai embora só de calça kkk, e sua esposa eu tenho umas roupas da minha esposa aqui que dará certo para ela, e ai a roupa de baixo ela também tira para depois colocar elas secas, (TUDO ESTAVA INDO COMO O COMBINADO) ok topamos, eu tirei a roupa ali mesmo fiquei de cueca, e ele foi com ela até o quarto lhe entregar as

roupas para ela entrar na piscina, ele deixou ela no quarto se trocando e voltou para a piscina só de sunga branca olhou para mim e sorriu e falou: Tranquilo vai dar tudo certo, e logo já mergulhou na piscina, e logo ela veio toda branquinha com suas coxas grossas, e enfiada em um mini short branco de malha fina bem esticado e colado em seu corpo um mini short e uma camiseta branca fina quase transparente (ROUPAS QUE COMPREI E DEIXEI COM ELE, SABIA QUE IA EXPOR SEU CORPO), dava para ver a bucetona dela bem marcada no short ela tem uma buceta inchada igual capô de fusca, e mostrava suas coxas grossas, e ela não tinha se depilado pois não esperava que ia curtir uma piscina então como o short era pequeno mostrava seus pentelhos entre a viria e a coxa, quando ela se virou vi que metade da bunda estava para fora mostrava as poupas da bunda e os dois buraquinhos um em cada banda da bunda, e ele deu para ela usar uma camiseta também branca, que ia até seu umbigo, e realçava seus seios

que são médios, então ela desceu pela escada e entrou na piscina, e ficamos ali conversando como amigos ora eu abraçava ela e brincava dava uns beijinhos, ele só observava, seis seios aparecia pois camiseta branca molhada ficava quase transparente e eu percebia que ela ficava tempo todo dentro da agua pois estava com vergonha, ele logo arrumou uma bola que já estava ali dentro da agua e falou: Vamos brincar de bobinho, ai começamos eu era o bobinho, e logo foi ele quando chegava perto dela ele fazia questão de agarrar porque ela demorava para pegar a bola e assim foi o roça roça por uns vinte minutos, ai ele falou vou pegar algo para beber, vocês querem cerveja, e afirmamos que sim, e ele saiu da piscina, não deu para notar porque saiu de costas para nós, mas quando voltou com

aquela sunga branca ele ficou parado colocando as bebidas na mesinha próxima da piscina e eu logo vi que volume ele tinha na sunga, e como era branca molhada deixava ficar quase transparente, e era enorme, mas ele nem de pau duro estava, eu disfarcei brincando sozinho com a bola mas percebi que ela ficou encantada e como se fosse um ímã atraiu o olhar dela que não conseguia tirar da sunga dele, ele entra na agua entrega a ela e para mim uma latinha e logo começa a contar casos da sua vida, ai logo ela falou que precisava ir ao toalete, e quando sai da agua o short que era branco de tecido fino deixa a vista todo o rabo dela e ela estava sem calcinha lógico, e quando ela volta incrível sua buceta ficava visivelmente e parecia a te o rachado, acho que ela quis pagar com a mesma moeda porque ficou alguns minutos na mesinha colocando agua no copo, o cara não tirava o olho dela, eu novamente sem jeito disfarcei

brincando com a bola, como se não tinha percebido nada, mas confesso que meu pau estava duro em observar aquela situação um coroa dotado desejando minha esposa, bom logo ela entrou na agua, e começamos a brincar novamente e agora ele era mais ousado ainda agarrava ela por trás e segurava com força e sem ela ver ele piscava para mim pedindo consentimento, eu disfarçado balançava a cabeça afirmativamente, eu mergulhava e percebia que seu pau estava duro e enorme e percebi que ela estava gostando dele esfregar aquele pau nela isso era o sinal para pôr o plano em pratica, pois eu tinha que perceber que ela estava hesitada e querendo algo mais, se não daríamos fim ali no plano que tínhamos planejado, já tinha umas duas horas que estávamos ali dentro da piscina, ai eu falei: Nossa que preguiça cadê seu sócio ele não vem eu estou cansado quero ir embora descansar, que sono, ele disse: Olha amigo se

quiser pode descansar em um dos quartos, faz assim tem toalha no guarda roupas e short meu também se enxuga e coloca um short meu apesar que vai ficar largo para você mas e só para descansar mesmo, ai você tira um cochilo no quarto liga o ar condicionado que está muito quente, se quiser pode deitar no quarto de hospede ou no meu os dois tem ar condicionado, e assim eu fiz, antes falei: Se ela queria ir ela disse que não se deitasse não iria querer levantar mais hoje e deu risada, ai eu falei ok quando quiser ir embora você me chama porque o sócio dele não veio mesmo para nós acertarmos as coisas, bom fui para o quarto e deitei, mas minha mente não apagava a imagem do volume que estava na sunga do coroa, e a forma que ele olhava a minha esposa, e vi o desejo dela e sei que ela está a mais de três meses sem levar rola de mim, já deixei ela sem rola para na hora ela não aguentar de tesão e não resistir, eu

estava ansioso e com medo, tinha hora que eu desesperava e queria sair lá fora e falar amor tenho que ir se troca e vamos, mas o tesão de ser corno pela primeira vez era maior, sabia que depois daquele dia não teria volta, minha esposa que somos casado a vinte e três anos nunca viu outra pica só a minha que mede pouco mais de quatorze centímetros agora provavelmente iria ser arregaçada por uma rola de vinte e quatro centímetros e grossa cabeçuda e cheia de veias (PORQUE ANTES DE ACERTAR O PLANO O COROA COMPROVOU POR FOTOS E VÍDEOS PARA MIM NO SKYPE), passado uns vinte minutos, eu ouvi passos no corredor ai eu fingi que estava dormindo, coloquei o braço no rosto mas deixei uma fresta e vi que era minha esposa olhando para mim, e logo vi o coroa chegar por trás e falar: Viu não falei que ele está aterrissado kkk, ela falou: e se ele acordar, então ele me chamou: Oi Marcus, Marcus, eu fiquei mudo, ai ele disse: O seu marido está no terceiro sono, ai ela fechou a porta e saíram, escutei outra porta

fechar, ai esperei uns dez minutos e levantei devagar e fui ver eles mas sem fazer barulho, ai percebi que eles estavam no quarto, e como combinado eu sabia que ele teria fechado a porta e guardado a chave, porque se ela quisesse sair rápido não poderia e com isto daria tempo para que eu voltasse para o quarto e fingir que estava dormindo, bom rodeei a casa e cheguei na janela como combinado estava fechada com cortina mas ele tinha deixado uma fresta na cortina para eu ver o que eles iam fazer, eu coloquei a banqueta que ele já tinha deixado ao lado da janela e com isto me deu uma visão privilegiada da cama e do quarto então ela sentada na cama nos pês da cama, ele já estava sem sunga e ela estava acariciando suas bolas e admirada com o tamanho da rola dele, ela lambia a cabeçona com desejo como uma criança lambe um sorvete de chocolate, ela olhava para ele com uma cara de desejo e espanto e medo ao

mesmo tempo, mas o tesão dela era maior que tudo isso, e então ele fala vamos minha putinha engole a rola do seu macho, ela colocou aquela cabeçona na boca mas no máximo foi a cabeça e alguns centímetros ela babava no cacete dele e sempre alisando suas bolas que eram avantajadas também, o cara parecia um touro, e ela chupava ele forçava sua rola boca a dentro mas ela engasgava e sua baba escorria chão a fora, foi chupando e ora tirava da boca e lambia do saco ate a cabeça, ele pegava a rola e batia em seu rosto, nossa eu que sou homem estava admirado com o tamanho e grossura da rola do coroa imagina ela que é mulher, nossa ela não parava de mamar o coroa estava entusiasmada, ela ficou lá lambendo chupando admirando a rola do coroa por uns dez minutos ai ele falou para se não vou encher sua boca de porra, nossa eu não imaginava que uma dona de casa certinha iria chupar uma rola de

um desconhecido com o esposo ali perto com a maior tranquilidade e com a maior maestria de uma puta, por isto digo quando a mulher está afim de dar para um cara não tem quem nem o que impede isto, ai ele falou para ela deita, ela deitou, ele veio arrancou o shortinho dela e abriu suas pernas e falou nossa putinha que bucetão inchado, isto e falta de rola seu corno não está comendo esta gostosura não, ela respondeu que não, ele falou azar dele pois eu vou te comer e muito hoje você será minha puta, ai ele deixou ela bem arreganhada e caiu de boca na bucetona dela, ela não resistiu apertou e puxou seus cabelos e deu um grito, ela não aguentou as primeiras chupadas na buceta e prendeu a cabeça dele entre suas pernas e rebolava se torcia como uma cobra e gemia então eu percebi que ela estava gozando, ai ele ficou chupando ela por uns dez minutos retribuiu a ela com o mesmo tempo a chupada, ai ele falou: Nossa putinha você já gozou duas vezes na minha boca e eu ainda nenhuma, ai ela falou: Nossa e se ele acordou ou acordar nós fizemos muito barulho, ele disse: Fica aqui que vou ver, ele destranca a porta fecha novamente e rodeia a casa e me vê na janela com o pau para fora me masturbando e olha para mim e dá um sorriso e chega perto peladão com a rola como ferro eu vejo a danada bem de perto, ele fala: Tudo bem, eu sem tirar o olho da sua ferramenta digo: Sim

tudo bem, ele fala: Agora e a hora de rachar a bucetinha dela, e depois por fim vou estourar o rabo branco delicioso dela pode? Eu disse: Olha cara vai devagar não vai machucar ela, ele: Fica tranquilo corno, eu só faço o que elas querem, mas vou te falar ela vai viciar na minha rola, você vai ter de trazer ela sempre aqui, kkkkkkk, de mais uma olhada no cacete que vai arrombar sua mulherzinha corninho kkkkk, e saiu, entrou no quarto ela disse: Nossa você demorou, ele falou: Estava no banheiro, e o seu corno digo seu esposo dorme como uma criança, e já deitou na cama de barriga para cima, com seu mastro apontado para o teto e falou vem putinha sobe nele, ela subiu em cima dele e colocou a cabeça na entrada da buceta inchada e foi descendo bem devagar a rola do coroa ia rasgando aquela buceta inchada, até ela sentir que sua bunda bateu no saco do coroa, ai ela ficou parada um pouco para a sua buceta acolher e acostumar com aquele pau grande e grosso, ela debruçou sobre o coroa beijando ele de língua foi o primeiro beijo pelo menos que eu vi, ai ela beijava ele com loucura e começou o sobe e desce na pica do coroa, o safado deitou na

cama atravessado então dava para ver o rabo dela subir e descer perfeitamente o quarto era pequeno já que era o quarto de hospede, então ficava próximo da janela eu tinha uma visão privilegiada, e vi quando ela deu algumas levantadas e enterradas na rola do coroa ai já vi ela estremecer e beijar ele e tremer inteira e vi o pau do coroa com um liquido branco escorrendo a vagabunda gozou na rola do coroa rapidamente, que visão vendo aquele pau enterrando inteiro na buceta dela, e logo o coroa deu um urro e falou vou encher sua buceta de porra vagabunda então estourou um jato de porra dentro da buceta dela, e ela sentou enterrando toda a rola dentro da buceta e ficaram quietinhos ela tremia como vara verde, e ficaram ali ela por cima dele como desmaiada eu percebi que gozaram juntos ela novamente teve orgasmo, ai ela levanta devagar, quando ela ergue um pouco o pau do coroa que deu uma amolecida sai de dentro da buceta dela e com ele escorre porra de montão, e eu consigo ver o arrombo e o estrago que aquela rola fez na buceta da minha esposa, ela desce no chão e incrível o coroa gozou baldes de porra, pois não para de escorrer porra pelas coxas e pernas da minha querida esposa, escorre porra nas duas pernas dela e

vai ate o chão muita porra mesmo, ela fala preciso ir ao banheiro e ver meu marido, ele enrola pois sabe que estou na janela, ai eu corri e entrei na casa e corri para o quarto fechei a porta e me deitei, e ouvi passos, e ouvi a porta se abrir percebi que abriram só uma brecha na porta, e fecharam novamente, logo ouvi o barulho do chuveiro alguém estava tomando banho, eles não demoraram muito no quarto com a safadeza deles durou mais ou menos uns quarenta e cinco minutos foi rápido ela chupou ele por uns dez minutos ele chupou ela por mais uns dez minutos e a foda deles durou aproximadamente uns dez minutos também os dois estavam com muito tesão e gozaram rápido ela por sua vez gozou umas três vezes, ai eu percebi quando ela entra no quarto e se deita ao meu lado eu ainda estava deitado de lado de costas para a porta ela deitou toda fresquinha do banho ao meu lado me abraçou por uns cinco minutos acho que é o momento da consciência pesada, ai percebi quando a porta abriu e ela se virou e se levantou e saiu do quarto e fechou a porta novamente, eu sai do quarto e vi eles estavam na sala sentados no sofá e como fica virado de costa para o corredor eles não podiam me ver então fiquei ouvindo a conversa, ela dizia: Olha hoje não vai rolar, não tem jeito eu já fui louca de fazer isto, minha nossa onde estava com a cabeça nunca trai meu marido e outra coisa que loucura ele esta aqui do lado, minha nossa eu devo ter perdido a cabeça acho que era o tesão acumulado também ele tem vários dias que não me procura, mas olha moço isto aqui termina aqui ok, ele fala: Negativo agora que começou, então deixa eu comer este rabo gostoso ai termina e garanto que vai gostar, você não gostou do meu cacete, ela falou: Lógico que mulher que não ia gostar de uma ferramenta destas, ai ele falou: Então deixa eu comer seu rabo, ela disse: Olha aqui não vai rolar mesmo, eu também tenho desejo de dar o rabo para um cara com o pauzão como o seu mas entende que aqui e arriscado, me de seu telefone eu te ligo no meio da semana invento uma consulta e ai combinamos, ok, ele falou: Ok, mas você vai mesmo, ela falou: Sim lógico que vou olha já estou molhada só de pensar em você me arregaçando só não sei se vou aguentar pois até hoje só dei o rabo para meu marido e o dele não dá um terço do seu kkkk, ele fala: Mas então olha já estou de pau duro novamente é que gozei só uma vez, faz um boquete em mim de novo, ai ela fala: Vou ver se ele está dormindo, eu corro e fecho a porta e deito, ela abre a porta confere , e fecha e sai, eu saio novamente e desta vez ela está sentada no sofá e ele de pé, eu chego e vejo ele olha para o corredor e de onde está me vê ai ele coloca um sorriso na boca e pisca para mim eu só vejo a cabeça dela balançando para frente e para trás sendo empurrada pelas mãos grande dele ele parece uma criança quando ganha um brinquedo, e eu escuto o barulho dos engasgos, e os barulhos dela chupando imagino ela babando no cacete dele como da outra vez, ele geme baixo para supostamente não me acordar, ele fala baixinho quase sussurrando: Vai putinha vai chupa gostoso quero encher sua boquinha com minha porra depois você vai lá no quarto beijar o corno com a boca cheia de porra do seu macho comedor, ela dá um tapinha na coxa dele, e continua a chupeta, ele avisa: Vai minha puta chupa mais rápido que vou gozar, ai, ai, isso, isso, vai vagabunda, nossa que boca molhada, nossa que gostoso, isso alisa meu saco vagabunda, ai não aguento mais, ai vejo quando ele segura sua cabeça com força e estremece todo e dá um grito ai gozei, ela diz: Silencio, nossa meu que isto você parece uma máquina de fabricar porra olha eu engoli um monte ainda está gozando olha quanto caiu no chão nossa você parece um touro pra gozar meus parabéns, olha vai para o quarto faz que estava dormindo que vou ao banheiro depois vou acordar meu marido, não quero que ele desconfie de nada e faz favor limpe esta possa de porra ai do meio da sala kkkk seu safado, eu corro e me fecho no quarto, já chego no quarto gozando estava me masturbando, me limpo com o lençol e faço que estou dormindo, ela abre o quarto e me chama eu espreguiço e disfarço e falo nossa amor quanto tempo estou a dormir, ela fala: A quase duas horas, eu falo nossa porque não me chamou ela fala a porque eu também peguei no sono fui assistir TV e acabei cochilando no sofá e o seu cliente também está dormindo no quarto, a sim então vamos embora, ela falou vamos eu já até me arrumei, eu me troquei coloquei minhas roupas e sai abri a porta ele estava lá com cara de safado relaxado depois de uma gozada na buceta e outra na boquinha da minha esposa, eu o chamei de araque ele estava com os olhos arregalados, ele respondeu ai nos despedimos e saímos fomos embora, assim que deu eu liguei para ele e disse que negócio e este de combinar com minha esposa ele falou fica tranquilo você não quer ver eu estourando o cu desta gostosa da sua esposa? Eu disse: Quero, ele falou: Então deixa comigo, na quarta feira ele me liga e diz olha amanhã sua esposa marcou comigo aqui na chácara as duas horas da tarde, vem para cá amanhã antes dela ok, eu disse: Ok, ela me disse a noite, olha amanhã eu tenho consulta após o almoço, eu falei a sim e quem vai te lavar, ela fala eu vou de Uber, eu disse tudo bem, você não quer que eu te leve, ela fala não fica tranquilo não precisa se incomodar, no outro dia eu cheguei lá, ele falou: Esconde seu carro e fica atrás da casa, e já fica lá atrás que logo ela chega ela me ligou que está vindo de Uber, eu fui com o carro bem longe da casa e observei que atrás da casa tinha um carro guardado mas nem dei importância, e logo fui para trás da casa eu estava no canto da casa e logo vi quando chega um carro, ela desce de vestidinho solto, e o carro vai embora, eu vou para trás da casa e escuto risos e conversas lá na frente da casa próximo a piscina, e logo fecho a porta da frente se fechar e eles entra no quarto se beijando ele de terno ela de vestidinho, ele sai vai a cozinha traz agua para ela, e já manda ela se sentar na cama e já abre o zíper e tira o cacete ainda meio mole e já ordena ela: Vai puta coloca na boca faz ele ficar duro, pau grande demora um pouco para ficar duro, ela começa a chupar ele meio mole mas logo com as primeiras lambida já fica duro, e ela chupa suas bolas e acaricia a rola do safado, ele tira as roupas fica peladão, ela o imita e tira o vestido, e fica só de calcinha, ai continua chupando o safado até que ele coloca ela de pernas aberta arreganhada na cama e puxa a calcinha de lado e chupa sua buceta com tudo ela se torce a hoje ela já grita xinga, pois acha que só tem os dois na casa, ela faz o maior escândalo e goza na boca dele, ele fala agora eu quero gozar gostoso, ela diz: Vai comer minha bucetinha safado ele fala agora não tem quase uma semana que eu penso neste rabo gostoso quero ele já, ela fala nossa será que eu aguento ele fala vai sim, ai ele sai do quarto de pau duro e volta com o pote de margarina na mão e fala vou ser bom com você ia comer você na seca mas vou lubrificar, ela fala nossa mas com margarina ele fala se não quiser vai na seca mesmo, ela fala espera e tira da bolsa um creme para as mãos e fala isto e mais legal, ela fica de quatro com o rabo virado para a janela onde eu estava, se arreganha toda mas ainda está de calcinha bem pequena ela puxa a calcinha pro lado e fala vem meu comedor arregaça o rabo desta puta casada, ele chega por traz lambe o cu dela chupa enfia a língua e de repente ele pega na calcinha dela e dá um puxão que rasga ela e arranca com força ela dá um grito ele fala: Sua piranha agora vai sentir o que é dar o rabo para um macho de verdade, nesta hora eu não aguento e gozo pois já estava com o pau para fora me masturbando, ai ele alisa a bunda dela e dá uns tapas mas com força ela grita e fala nossa com calma ele fala que calma nada vagabunda fica quieta, ai ele passa o creme na rola lambuza toda a rola de creme e coloca a cabeça no buraco desta vez eu não consigo ver, pois ele fica na frente, ele fica pincelando a cabeçona da pica na entrada do rabo dela, e fala um minuto vem para os pê da cama assim fica melhor o corredor ai e muito apertado, mas o safado sabe que estou ali na janela e quer que eu veja a reação do rosto da minha esposa ao ser penetrada por ele, ai ele segura na cintura dela e agora eu vejo tudo ela de perfil ela empina a blinda seu rosto está quase encostando na cama ela com as mãos espalmadas no colchão, com o rabo para cima seios encostando no colchão, ele segura em sua cintura e começa enfiar a cabeçona, ela começa a gemer e dizer que está doendo, ele fala que ela ainda não viu nada era só a cabeça e ele começa enfiando a rola no rabo branco da minha esposa um rabo que até aquele momento só tinha visto a minha rola, minha esposa mãe dos meus filhos agora uma puta dando o cu ali a poucos metros de mim, ele então vê que entrou a cabeça ela quer sair ele fala se você sair e meu pau escapar você vai apanhar de verdade como uma puta merece, e se isso acontecer não vai poder nem falar nada para seu maridinho ou para a polícia então eu aconselho que você fique quietinha e aguenta a minha rola como uma puta de verdade, ela fala isto e sério, ele fala sim e sério, ai ele segura firme na cintura dela e estapeia a bunda dela com força fica as marcas da mão dele, ela fica preocupada, e agora ele soca com força não entra tudo porque a rola e muito grande ela grita desesperada mas fica ali com o rabo para cima acho que está com medo ai vejo ele forçar com mais força sua rola na bunda dela e entra mais um pouco, ele fala: Toma puta e da mais uns três tapas fortes na sua bunda que faz muito barulho ela grita e vejo lágrimas escorrerem pelos seus olhos, as lágrimas escorre rosto a fora pois ela sabe que entrou em uma fria e que agora está sendo tratada como piranha, logo ela que sempre foi tratada como rainha, ele dá mais uma estocada e ela fala por favor pare, ele fala: Olha o pare, e soca mais dois tapas na sua bunda que ela grita desesperada, e ai ele dá mais uma estocada que agora enfia tudo seu saco bate em sua bunda eu já estou gozando de tesão outra vez, ai ela cai na cama não aguentando o coroa cai em cima dela, ela com as pernas aberta ele agora começa a foder ela com força ela vira o rosto pro lado da janela onde eu estou parecendo adivinha que estou ali e chorando desesperada lágrimas escorrendo pelo rosto, o coroa em cima dela com seu poso em cima dela evitando dela sair debaixo dele, e fode com vontade, mas observo que ela está tendo um orgasmo vejo que tudo aquilo a deixa ela com tesão, e vejo que além da dor tudo aquilo era o que ela queria, e que talvez até teria pedido a ele para fazer daquela forma pois eu sei que ela tinha uma fantasia de ser estuprada, um dia ela me falou quando fazia amor que ela tinha tesão nisso, eu entendi que ela tinha pedido isso a ele só não sei quando, de repente ela gritava e xingava e falava vai safado tarado não queria comer o rabo de uma casada, então vagabundo fode, e em gritos e entre tapas e xingos ela goza novamente, e ele fala nossa vagabunda vou encher seu rabo de porra, ai vagabunda e caiu em cima dela e ficou quieto ela gemia ele urrava, ai passado uns minutos ele sai de cima dela, quando arranca o cacete do cu dela faz até barulho, e ela fica deitada exausta, ele vai ao banheiro, ela vai levantar e quando fica de pê vejo escorrer a porra do coroa misturado com alguma coisa vermelha nossa o coroa arrancou sangue do cu da minha esposa ela de pê segurando no guarda roupas estava de pernas moles vez enquanto ela bambeava as pernas como iria cair e tremia toda e porra com sangue escorria pernas a fora fez uma possa no chão que coroa que goza, parece um touro para gozar, ela sai do quarto e ambos vai ao banheiro, passado uns cinco minutos ambos voltam os dois pelados e molhados se enxugando, ela deita na cama toda peladinha ele vem e começa a chupar sua buceta, ela se torcia na língua dele, e quando ela estava excitada ele falou a ela espere tenho uma surpresa para você, ela disse que surpresa volta aqui faz eu gozar logo, ele falou espere você vai gostar, ai ele sai do quarto e ai volta e traz uma faixa preta e pede para ela por nos olhos ela pergunta porque ele fala uma fantasia coloca, ai ela coloca ele volta até a porta e vejo ele dar sinal de repente entra mais dois coroas pelados e por incrível que parece um tem o pau um pouco menor deveria ter uns vinte centímetros, o outro o mais barrigudo e com um pau ainda maior que o dele o velho tinha mais ou menos uns vinte e sete centímetros de rola e grossa como o do meu amigo, nossa como pôde ter uma rola tão grande assim, mas eu fiquei desesperado pois isto era surpresa também para mim, eu não sabia que isso ia acontecer onde estes tarados estavam escondidos, por isto vi outro carro no pátio da casa, nossa o que fazer, eu não poderia fazer nada, agora era só esperar, e de repente ela fala: ai safado cadê você, ele faz sinal de silencio para os caras olha na janela disfarçado para os caras não perceber a minha presença e faz sinal de calma para mim, ai um dos coroas o de pau menor começa a chupar sua buceta e logo ela descobre e tira a venda e se senta na cabeceira da cama e se encolhe toda tímida e apavorada, o seu comedor vai até ela e diz: Fica tranquila querida eles e legal e olha as rolas grandes você vai adorar olha aquela maior que a minha, são meus sócios e isto será nosso segredo fica tranquila, e dão risada ele já puxa ela pelos pés e começa a chupar ela o coroa da pica grande leva o cacete na sua boca ela abocanha e regala os olhos pois e maior quer a do coroa, ai ela chupa e logo se entrega a putaria e parece uma puta de anos, o outro cara já entra no meio das pernas dela e começa a foder sua bucetinha que esta molhada e ainda não tinha levado rola aquele dia ele come ela com vontade enquanto ela chupa os outros dois, logo o mais pausudo deita na cama e o coroa ordena, vai vagabunda casadinha do corno vai sobe neste mastro olha que lindo e maior que o meu, eu acho que aquele velho barrigudo tinha tomado Viagra nunca vi uma rola tão grande e tão dura, ela senta devagar, e a rola da trabalho para sumir dentro de bucetinha dela, nossa eu já com o pau doendo gozei de novo, não me aguentava a vontade era entrar naquele quarto e falar isso amor da mesmo seja puta destes velhos safados, mas não podia fazer isto, ela descia e subia daquele mastro tremendo e gemendo, acho que estava se sentindo virgem novamente ele segurava nas mãos dela e ela olhava com desejo para o velho, ele puxa ela para seu peito que deita arrebitando a bunda e o velho lasca um beijo nela ela fica alucinada o outro velho vem e começa a morder suas costa e desce lambendo seu rabo e seu cuzinho, ela ergue a cabeça e já tem a rola do coroa perto de sua boca ela começa a chupara ai o outro velho vai por trás e fala vou comer o rabo dela ela já não reage mais e empina um pouco mais a bunda e logo o velho que tem a rola menor começa socar no cuzinho dela que grita e geme e fala isto velho filha da puta tomador de Viagra enraba esta puta casada, aquilo me deixava louco lá fora, ai era uma rola na buceta uma na boca e outra no rabo, ela dá um grito e fala vou gozar de novo seus tarados safados, e cai em cima do velho que está comendo sua buceta o velho grita ai vou gozar e logo o que está no rabo também anuncia também vou encher o rabo dela de porra, e todos gozam o velho de trás cai na cama ela continua deitada em cima do barrigudo o coroa começa a bater uma punheta e goza enchendo seu rostinho de porra e muita porra cai em cima do velho barrigudo que reclama, mas todos estão felizes, ai um dos velhos vai ao banheiro o barrigudo roludo, e os outros e ela fica desmaiados na cama, ela ali minha mulher toda melada e lambuzada de porra na buceta no rabo e no rosto minha vontade e entrar e trepar com ela toda lambuzada beijar sua boca cheia de porra nossa que tesão, ele volta traz agua para ela, e ficam por uns dez minutos ali parados deitados, ai quando eu menos imagino ela está entre dois e começa a acariciar as rolas deles, e logo se vira e começa a chupar o mais roludo o barrigudo, que ainda não amoleceu sua rola por isto acho que tomou Viagra, ai o coroa fala vai ao banheiro se lavar que estou doido pra te chupar, ela fala nada disso vagabundo safado se quiser chupa ela com porra do seu amigo, e outra coisa chupa o cu também com a porra do outro se quiser se não vai se foder, nossa ela encarnou uma puta mesmo, ele da risada e encara a buceta dela com porra e tudo e começa dar um trato ela continua chupando o roludo e quando estão todos de pau duro novamente ela chupa por uns cinco minutos e fala agora eu quero esta rola grande e dura todinha enfiada no meu rabo, e ai ela fica de quatro virada para mim eu consigo ver o estrago que esta seu cu mas agora o estrago será maior ainda pois o velho barrigudo tinha a rola maior que a do coroa, o coroa deixou ela ali de rabo aberto de propósito só para mim ver o estrago que ele fez no rabo de minha esposa, ai ele falou vem para os pê da cama ai o corredor e apertado, mas que nada ele queria que eu visse o rosto da vagabunda enquanto ela dava o cu para o barrigudo com rola gigante, ai o cara veio sem escrúpulo nenhum sem delicadeza e cuspiu no rabo dela e colocou a cabeçona e enfiou de uma vez entrou quase tudo já que estava arrombado, ela gritou e falou calma seu monstro ele falou cala a boca vagabunda deu um tapa tão forte que quase desmaiou a coitada ela caiu na cama ele a pegou pela cintura puxou de volta ordenou empina a bunda vagabunda que seu macho quer te arregaçar seu marido corno quando comer seu rabo vai saber que você anda fodendo com homens que tem pau de verdade, ai ele ordenou o coroa para ele abrir o rabo dela ele obedeceu abrindo o rabo dela e o gordo arregaçou de vez o cu dela, ela gritava desesperada mas o barrigudo fechou os olhos e socava sem do chamando ela de puta, e vez enquanto lascava um tapa na bunda, o outro velho entrou por baixo dela foi com a boca até a buceta, e enquanto o barrigudo fodia seu rabo ela em gritos o outro começou a chupar sua buceta e puxou a cabeça dela que começou chupar seu pau um sessenta e nove esquisito, o coroa deixava o rabo dela bem aberto e arreganhado para o roludão comer gostoso, ai depois de uns dez minuto de ferro ele para eu achei que ele ia gozar, mas ai ele parou e falou para ela fica deitada de costa na cama também quero experimentar esta bucetinha, ela deitou com o rosto cheio de lágrimas, ele lambeu seu rosto e deu um tapa em sua cara falando isto vagabunda seja boazinha ok, que logo você estará livre para ir para casa dar seu rabo e sua buceta arrombada para seu corno, ai ele colocou ela de frango assado e sem do enfiou tudo de uma vez ela gritava na rola do velho barrigudo acho que mais de tesão do que de dor, ele socava sem do eu vi quando ela começou a tremer gemer e virar os olhos ela estava gozando na rola do velho, o outro aproveito e batia uma punheta , ai veio um de cada lado cada um segurou uma perna dela bem aberta e o barrigudo rachou ela no meio socava tão forte que eu escutava o barulho lá fora, ele ficou socando ali uns dez minutos ou mais, ai ele falou, e porque agora quem comandava a farra era ele, até parece que quem tem o pau maior e o líder kkk, ele manda o coroa deitar de pau para cima na cama e manda ela subir em cima e ai ele manda ela arrebitar o rabo e fala sanduíche, ele vem por trás e enfia no rabo que fica apertado já que a rola do coroa e grossa como a dele e está na buceta ele enfia rasgando o cu ela não tem o que fazer pois está presa entre os dois e começa o vai e vem o velho fode sem do e sem pena, ela geme grita treme e leva ferro tapas na bunda tapas no rosto e o outro velho vem e manda ela chupar agora três picas na vadia, eu já não me aguento mais e meu pau já dói eu já perdi a conta quantas vezes eu gozei agora já nem tenho mais esperma, ela grita vejo ela tremendo sei que ela vai gozar ela treme geme e grita, o coroa anuncia vou encher a buceta dela de porra o velho barrigudo fala eu também não aguento segurar mais vou encher o rabo dela de porra ela treme geme e goza estremece sua carne branca parece que vai cair dos ossos, o velho que está ganhando boquete grita estou gozando vou encher a boca desta vagabunda de porra ai, ai, ai, gozei ele segura sua cabeça pressionada sobre sua rola que só cabe metade dentro da boa e vejo esperma saindo pelos cantos da boca ela se afogando com esperma ele gemendo e gritando e quando tira a rola escorre porra pelos cantos da boca ela toma mais da metade e logo o coroa grita segurando os quadris dela enchendo a buceta de porra e o barrigudo dá uma estocada tão forte no rabo dela que ela não aguenta e se mija toda em cima do coroa sai porra misturado com mijo bastante ela trem de novo e observo que ela está tendo vários orgasmo, o barrigudo anuncia nossa que cadela chegou a mijar de tesão agora eu não aguento e estou gozando no rabo dela ai vagabundaaaaaa gozei porra e cai de lado quando o cacete cai do rabo sai também porra e sangue, ela está tremendo em cima do coroa seu orgasmo não acaba, ela geme, e dá um belo beijo no coroa, e fica deitada no seu peito uns cinco minutos tremendo e gemendo e líquidos saindo do seu rabo, ai ela sai de cima e quando sai da sua buceta sai muita porra ainda, mas ela não consegue ficar de pé esta tremula e tem que sentar e senta de frente para a janela que estou com as pernas as coxas brancas e grossas abertas sua bucetona inchada aberta arregaçada vermelha e não para de sair porra o coroa e um cara estranho o cara goza horrores parece eu mijando, e ele que estava dentro da bucetona dela e não para de escorrer ela está na beirada da cama e escorre líquidos porra da sua buceta, ela dá um tempo e consegue sair do quarto escorada na parede até a porta o velho do pau menor o ajuda ela ir ao banheiro, ela demora e volta enrolada na toalha, os caras já estão recomposto, vestidos, ai ela ganha um forte abraço do coroa e um belo beijo de língua em agradecimento, ela senta na cama e pega o celular está falando no watt. Com alguém fica ali por uns dez minutos os machos não estão no quarto, então entra o barrigudo e fala olha por favor posso fazer um pedido ela diz pode, ele fala por favor não sei se terei outra oportunidade de ficar com você novamente porque vai depender do meu amigo e de você mas meu pau ainda está duro você pode fazer uma chupeta, ela deu um sorriso e disse: Esta tira ele porá fora e deixou a toalha cair e ele abaixou a causa e ele abocanhou o pau dele alisava o saco e lambia chupava com vontade os outros dois chegou na porta e disse nossa isto que e apetite e saíram rindo, ela chupou o barrigudo por muito tempo acho que mais de dez minutos e ai ele anuncio olha querida vou gozar e segurou sua cabeça com força sobre seu pau e vi porra saindo pelos cantos da boca e cair no chão o barrigudo tremia todo e gemia e falava nossa que boca deliciosa eu nunca tive uma transa tão boa assim, vou te recompensar ok delicia, e tirou o pau da boca dela e guardou ainda duro e saiu do quarto ela pegou a toalha limpou os cantos da boca que estava cheio de, porra e se vestiu, saiu do quarto e os velhos despediram pegou o carro saiu, eu fui para o canto da casa e vi eles indo embora, e vi o coroa encostado no carro dando uns amassos e beijos na minha putinha, e passou um tempo veio um carro era um Uber e ela foi embora, eu sai de trás da casa, e falei para ele que foi isto você não tinha combinado, ele falou e você achou ruim seu corno, era isto que queria, não queria ser corno, outra coisa vem aqui tenho algo para você, eu sei que você é homem e macho, mas sua esposa foi embora e eu estou com tesão, vem cá, senta ai no sofá, eu sentei ele tirou as calças sua rola meio mole ele falou chupe meu pau seu corno acaba o que sua puta começou isto não quer dizer que você e veado não mas chupa logo, eu sem saber o que fazer abocanhei aquela rola linda e queria sentir o que minha esposa sentiu ai eu começo a chupar ela cresce dentro da minha boca, e cabe só a cabeça eu chupo pensando em tudo que aconteceu ai logo ele acho que está com mais tensão em ter o marido corno chupando sua rola deve pensar arregacei a esposa e agora coloco o corno para chupar eu sou foda, e segura minha cabeça e agora eu sinto o que ela sentiu um jato de porra quente dentro de minha boca que desce parte garganta abaixo outro tanto sai pelos cantos da boca engulo um pouco sai um pouco fora pelos cantos cai no chão ele segura minha cabeça até gozar a última gota ai tira o pau da minha boca e manda eu ir no banheiro lavar a boca que a surpresa não acabou, eu obedeço e volto ele me lasca um beijo de língua e diz olha porque sua puta gostou eu beijei ela na piscina assim que você saiu para o quarto ela gozou só de roçar na minha rola e de me beijar lá dentro da piscina, eu chego arrepiar, ai ele fala obrigado por ter me dado sua esposa e ser um corno legal e saiba que teremos muitas mais festas para realizar com sua esposa putinha, e um dia destes enquanto sua mulher puta estiver dando o rabo para um amigo meu roludo como estes eu estarei no outro quarto sem ela saber enrabando você viu corninho manso, assim até mais. AMIGOS EU JÁ COLOQUEI VÁRIOS CONTOS AQUI REAIS, MAS ESTE NÃO ACONTECEU É SOMENTE A MINHA VONTADE QUE ACONTEÇA, SE VOCÊ DE LONDRINA OU REGIÃO PRÓXIMA TIVER UMA CHÁCARA COM PISCINA OU UMA CASA E É DOTADO OU CONHECE AMIGOS DOTADOS DE REFERENCIA COROAS, ATÉ MESMO CASAL PARA INICIAR MINHA ESPOSA ENTRA EM CONTADO, VAMOS ENVOLVE-LA PARA INICIAR ELA VOU POR ALGUMA FOTOS DELA REAIS OK. Contato Skype: [email protected]
SO ENTRE EM CONTATO QUEM SE ENQUADRE PORQUE TERÁ DE PROVAR ANTES OK. MAS TOMARA QUE VOCÊ SORTUDO SERÁ O PRIMEIRO MACHO A RASGAR O RABINHO DA MINHA ESPOSA. ABRAÇO.

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eroticos primocontos eroticos irmacontos eroticos gay ultimospodolatria contoscontos cunhadinhacontos cunhadacontos perdendo a virgindadeconto gay ultimocontos eróticos primacontos heróticosconto erotico genrocontos eróticos mãe e filhoconto erotcocontos eroticos por categoriacontos insestoconti eroticocontos eroticos cornosconto erotico massagemcontoa eróticosconto corno mansorelatos eróticoscontos eroticpscontos eroticos com policiaiscomi minha tia contoscontoerotico incestocontos eróticos atuaiscontos eroticoscontos eroticos ineditoscontos sexuaiscontos eroticos verdadeirorelatos eroticoscontos eroticos no onibuscontos eróticos recentescontos eroticos incestuosossexo contoscontos eróticos a forçameu primo me comeucontos erotico gayincesto eroticocontos eroticos gay primeira vezcontos sexualcontos eróticos.contos eroticos mãecontos eroticos com sobrinhaconto de putariacontos eróticos lesbicosconto eroticocontos eroticoscontos eroticos punhetacontos eroticos com novinhacontos sexcontos eroticos corno mansoultimo conto gaycontos comendo a sogracontos eroticos dormindocontos eroticos cunhadocontos de sexo incestocdzinhacontos eroticos de sograconto eróticocontos travestismeu primo me comeucontos eróticos com animaisconto erotico encoxadaconto eroticoconto erotico encoxadaconto erótico incestocontos eróticos traiçãocontos encoxadascontos eróticos a forçacasa dos contos erconto erotiocontos eroticos primascontos eróticos de incestoscontos gay casa dos contoscontos eroticos incestoscontos eroticos tiacontos eroticos lesbicaconto erotico no onibuscontos glscontos eroticos com professorconto eróticoforumcutucanovos contos eroticoscontos eroticconto erotico incestocontos eroticos velhocontos eroticos punhetaconto erótico