Dando pra amigo negao do Corno

Oi, me chamo Nathalia (não é fictício kk) tenho 23 anos, todos dizem que meu corpo é uma escultura por ser muito lindo, sou morena, baixinha, cabelos pretos, meio ondulados, tenho peitos grandes, minha bunda é grande e bastante sarada por causa da academia. Sou casada, meu marido tem 24 anos, não é tão bonito, mas amo jeitinho dele, ele tem uma estatura normal 1,70m, magro com o corpo saradinho por causa da academia.
Nós somos casados a 5 anos, eu aparentemente conhecia ele todo, todos os gostos e fetiches, APARENTEMENTE. Essa história foi quando eu descobri que ele gostava ser corno.


Primeira vez que notei esse fetiche dele, foi quando a gente tava na praia, ela estava cheia, a gente decidiu ir embora e eu fui limpar as coisas na água da praia, fui até a beira me agachei (eu estava de fio dental), me agachei com maior inocência na verdade, depois ter limpado tudo me virei e percebi que tava todo mundo envolta me secando, fiquei meio constrangida mas gostei de ter chamado atenção assim kk, meu marido por outro lado pareceu odiar, só

pareceu, quando voltei pra onde nós estávamos, meu marido começou a brigar comigo, falou que eu não devia ter feito aquilo e tudo mais que um homem ciumento falaria, mas percebi que ele tava de pau duro, perguntei o porquê do pau duro, ele falou que ficou excitado com minha bunda mas que ficou puto de todo mundo tá olhando, achei estranho porque se ele não gostou de todo mundo olhando ele não ia ficar de pau duro ou pelo menos iria me pegar lá na beira, mas não, ele ficou de longe só olhando e ficou de pau duro ainda por cima, essa foi a primeira vez que eu desconfiei esse fetiche.

Depois de um tempo eu já tinha esquecido essa cena, mas um dia me veio na cabeça de novo esse acontecimento, e decidi tirar a limpo se ele tinha esse fetiche ou nao. Decidi então armar um plano que consistia em contar uma mentirinha pra ver se ele ficava excitado, a mentira era que no trabalho eu tinha um amigo que ficava me secando e que já tinha me mandado nudes no Instagram. Pensei em tudo, em todas as desculpas que eu iria dar. Tudo armado agora era só esperar meu marido chegar em casa para falar pra ele. Ele chegou por voltar das 20:00, jantamos e tudo mais, e quando formos dormir contei a história, ele não gostou a princípio, perguntou porque eu não tinha dito

antes, pediu pra mostras a conversa, quem era o cara, as desculpas que eu dei foram as mais simples e esfarrapadas mas acho que funcionou kkk, eu mostrei um cara aleatório no Instagram e falei que ele tinha saído do emprego e foi viajar e tava em outro país, a conversa eu falei que tinha excluído, e falei que tava com vergonha de contar pra ele o acontecido por isso não falei antes. Ele começou a pedir detalhes da história, como que o suposto cara me olhava, as fotos que ele mandou, o que eu respondia, e perguntou se eu gostei, mas isso tudo não num tom de bravo, mas eu percebi que ele tava gostando daquilo e botei a mão no pau dele e vi que tava duro, e transamos kk, não toquei no assunto de se ele tinha fetiche ou não nisso.

Passou um mês e então eu sabendo que ele gostava disso, decidi fazer algo mais provocante, ele tinha um amigo que eu sempre senti tesão nele mas nunca falei nada, por respeito, era um negão, alto, sarado, e tinha pinta de que trasava bem demais, chego a ficar arrepiada só de pensar nele, pesquisei ele no insta e segui, o insta era aberto, curti umas 3 fotos(todas sem camisa) tinha uma de sunga que eu fiquei babando, dava pra ver o volume na sunga e eu sonhei com ele por causa disso. Ele me seguiu de volta como planejado, e curtiu algumas fotos minha e todas eram sexys, achei estranho, porque eles eram amigos bem próximos e isso ai da a entender que ele estaria dando encima de mim ou querendo atenção, mas além do mais foi eu que atiçei a fera então a culpa é minha, admito que amei ele ter feito isso. Após esse fato eu fui lá e parei de seguir ele e descurti as fotos que eu tinha curtido dele, para quando eu for contar pro meu marido ele não desconfiar que era eu a culpada disso. Contei tudo para ele, e ele levou como nada demais aparentemente.

Uma semana depois de eu ter falado pra ele que o Vitor (nome do amigo dele) veio me seguir e curtir umas fotos, o meu marido fala da mim que iria convidar o Vitor pra nossa casa pra beber umas, como eu já tava vendo que ele tinha tesão em ser corno, logo me liguei o que ele queria, queria que eu transasse com o Vitor, amei a idéia, só de imaginar eu já ficava toda molhada.
(Continuação se vocês quiserem kkk)

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eroticos de mulheres casadasconto eróticoscontos eroticos gay novoscontos eroticos de traiçãocontos eroticos com novinhacontos de.sexocontos eroticos surubaontos eroticoscontos de incesto mae e filhoconto eróticos onlinecomtos eróticocontos pornôcontos eroticos recentescontos gay casa dos contoscontos gays 2018contos eroticos sexoconto amadorcontos eroticos mae e filhaconto eróticoontos eroticoscontos eroticos coroascontos eroticos mae e filhocontos eróticos de incestosconto eróticosexo anal contosconto erotico gay paicontos eróticos de incestoconto erotico gratisconto erotico com travestieróticoscontos eróticos recenteshistórias eróticosconto comendo a cunhadaenteada gostosacontos eroticos categoriacontos eroticomendo a sogra contosconto insestocontos eroticos mais lidosconto herotico gaycontos eroticos de incestocontos eróticos de cornocontos eroticos no tremconto comendo a cunhadaconto porno gaycontos eroticos com velhoscontis eroticoscontos eroticos ginecologistacontos eróticos meninascontos pornos gayscontos eroticos lesbicaimcestocontos ercontos eróticos ônibuscontos eroticos madrastacontos perdendo a virgindadeviuva gostosacontos eroticos de primascontos eróticos academiaconto erotico 2018porno contocontosincestoscontos lesbicoscontoseroticoscontos eroticos mae e filhacontos pornôscontos eróticos sograconto erotico novinhasminha mulher deu pra outrocontos eroticos coroascontos eroticos sobrinhacontos eróticos categoriaencoxando a mãecontos eróticos no ônibusencoxando a maecontos incestocontos sacanascontos heroticos