Experiência Incrível com minha tia – Parte 1

Tenho uma tia já com seus 50 anos que não é aquela perfeição, mas tem aquele corpo bem violão, estatura media e cabelo curto, olhos castanhos e pele morena. Nunca me despertou nada, mas certo dia ao passar em uma loja próximo a casa dela, a encontrei e conversamos um pouco, era por volta das 11h. Falei que estava de passagem para comprar algumas coisas e iria ficar por ali até a tarde para comprar o restante das coisas que faltavam. Como já estava próximo do meio dia, ela me convidou para almoçar na casa dela e prontamente aceitei sem más intenções já que teria que almoçar por ali mesmo e até economizava uma grana.

Fomos até sua casa, ficava a poucos minutos dali. Chegando lá, subimos a escada do prédio dela, ela na frente e eu logo atrás. Nesse momento reparei em algo que nunca havia percebido antes, a bunda gostosa, mas, não exagerada da minha tia! Apesar de não demonstrar nas outras vezes que a encontrava, pois sempre estava de calça ou vestidos folgados que não marcavam as curvas que tinha, nesse dia ela estava com uma camiseta preta de alça, colada ao corpo e uma saia cintura alta jeans que ficava um pouco acima do joelho, mas, bem justa ao corpo, o que marcava muito as suas curvas. Era aquele tipo de mulher com cintura fina e quadril largo e apesar da bunda não ser empinada, era perfeita em proporção ao conjunto da obra. Naquele mesmo momento já imaginei como seria aquela bunda de quatro em minha frente.

A cada lance de escada, meu olhos não saiam da direção daquela visão perfeita, ela na frente com aquele bundão mexendo a cada degrau que subia e eu logo atrás observando cada movimento da saia jeans, esperando que levantasse um pouco e eu conseguisse ver se a calcinha que ela usava era fio dental, já que não dava pra ver marcado na saia jeans que ela usava. Diminui um pouco o passo para ficar um pouco mais abaixo na escada pra ver se conseguia ver se a tia guardava algo especial ali em baixo, mas meus 1,95m de altura não permitiam ver nem sequer a sombra daquela calcinha porque a saia era justa ao corpo e bem próxima ao joelho. Dai me aproximei para ela não perceber nada estranho e seguimos escada acima em direção ao apartamento.

Ao subir as escada percebi que ela realmente tinha mudado, o cabelo estava mais liso e mais arrumado, estava com uma leve maquiagem, mas que normalmente não a via assim, usava algumas joias e outros adereços que normalmente não a via quando rolava os encontros de família. Como falei, ela sempre usava roupas simples que não atraia a atenção de forma alguma, era aquela mulher simples de vida pacata. Nesse dia parece que minha tia tinha mudado realmente ou eu cresci e quando tive aquela visão no primeiro lance de escada, comecei a enxergar ela com outros olhos. Naquele momento minha mente já tinha imaginado varias coisas de inúmeras formas que poderiam acontecer além do almoço ao chegar naquele apartamento.

Ao chegar no ultimo lance de escada ela, abriu a bolsa para pegar a chave e por ordem do destino ou não, a chave escapou e caiu no mesmo degrau que ela estava. Nesse momento logo me inclinei para pegar a chave, porque pra mim ficava mais fácil, mas, para minha surpresa algo inesperado aconteceu. Minha tia, rapidamente, desceu um degrau com um pé, mantendo o outro no mesmo degrau que estava, e se abaixou virando a bunda pra mim. Ahh Parecia que tinha ficado maior, aquela coisa linda parada em minha frente, agora mais colada ao jeans, mas, para minha frustração não conseguia confirmar a tese do fio dental. Ela levantou, e seguiu até a porta sem dizer nada.

Ao chegar na porta do ap, ela falou:

– Escada cansa né? Vamos entrar pra beber uma água, depois você coloca a mesa e eu esquento o almoço.

– Vamos, essa caminhada me deu sede mesmo.

Ao abrir a porta, ela já foi direto a cozinha com a chave na mão me chamando também, encostei a porta e a segui. Encheu o copo com água e me ofereceu. Bebi em um gole só e devolvi. A água desceu com aquele frescor e dei aquela relaxada, mas a cabeça ainda estava a mil, analisando se aquela chave que caiu na escada foi acidente ou se, assim como eu, ela já tinha um jogo em mente, e ali foi o primeiro movimento dela no tabuleiro. Minha tia era divorciada já há muitos anos, teve um marido só mas não durou muito o casamento. Depois disso ela nunca se envolveu com ninguém, também nunca soube de algum namorado, nem também a via acompanhada. Sempre ficou solteira depois do divórcio. Ao pegar o copo, ela pediu pra eu colocar a mesa e aguardar ela esquentar o almoço. Coloquei os pratos na mesa e aguardei lá sentado. Ela voltou, serviu e sentou para comer. Até então nada de diferente, comemos, conversamos e logo ela levantou e já foi retirando os pratos. Nessa hora percebi, que ela puxou um pouco a saia para sentar a mesa mais confortável e ao levantar pra sair não abaixou. A partir dai eu vi que ela realmente já tinha iniciado o jogo e essa segunda jogada foi decisiva. Tinha que colocar minhas peças em jogo também. Ela saiu, em direção a cozinha e já quis fazer uma jogada logo em seguida, o garfo caiu “acidentalmente” do prato. Tudo ficou em câmera lenta, ela abaixando, a saia ficando mais justa, centímetro a centímetro subindo cada vez mais, e eu não poderia deixar essa oportunidade passar. Da cadeira mesmo me abaixei e disse:

– Pode deixar tia!

– Não precisa, já peguei!

Mas, foi um blefe. Era obvio que ela ia alcançar antes, mas foi tempo suficiente para confirmar minha tese. O fio dental branco estava ali, no meio daquela bunda redonda morena, e seria a próxima peça a ser comida por mim.

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eróticos bem safadoscontos eroticos mamaeputaria contoscontos eroticos incesto mae e filhoconto erotico insestocdzinha contosconto erotico mae e filhocontos gay eroticocontos ercontos eroticos onibuscontos eroticos chantagemcontos eroticos viagemrelatos eroticoscontos eroticos comi minha sogracontos sobrinhacontos inversaocomi minha tiacontos eroticos de sobrinhassexo contocontos eroticonto erótico padrastocontos eroticos insestocontos eróticos lésbicoscontos eroticos com novinhascontos.eróticoscontos de insestocontos eróticos gayconto erotico putinhacontos eróticos a forçacontos eróticos de incestoconto erótico professorconto sexo gayconto erotico crentecontoseroticos gaycontos eróticos ônibuscontos eroticos genrocontos eroticos mae e filhocontos eroticos chupando bucetacontos eróticos categoriacontos eroticos para mulherescontos eróticos mãe e filhocontos eróticos cunhadaconto erotico gratiscontos e fetichescontos eroticos bem gostosodei pro amigo do meu maridosexo gostoso contoscontos incestuososcontos eróticos de incestocontos eróticos de traiçãocontos eroticos de encoxadasconto erotico incestocontos eróticos gaysconto eroticosputaria contoscontos de incesto gayconto erotico gaycontos.erocontos eroticos de travestiscontos eróticos academiaconto rroticocontos eroticos atuaisincesto contoscontos eróticos swingcontos de cornoscontos analconto erotico femininocontos de incestoscontos eroticos sexocontos roticos