Dando a bucetinha pro meu Pai

Os fatos narrados aqui aconteceram com uma amiga mas trocarei os nomes das pessoas envolvidas.
Minha amiga Carol estava com 18 anos na época. Sua mãe, Patrícia,a teve muito cedo então elas passavam facilmente por irmãs. Carol nunca conheceu seu pai verdadeiro. Mas desde que Carol tinha 2 anos sua mãe era casada com João, que sempre cuidou de Carol como filha, era um pai para ela.
Quando Carol entrou na adolescência , começou a ver João com outros olhos, ele era um homem bonito, sempre bem arrumado e cheiroso.

Ela passou a usar roupas mais coladas e curtas, mas não passou disso. O tempo passou, Carol arrumou um namorado com quem perdeu a virgindade e descobriu as maravilhas do sexo, mas sempre pensava em João.
Uma noite a mãe de Carol, que era professora avisou que chegaria mais tarde em casa, pois tinha reunião. Nessa noite ficaram em casa os dois, Carol e João.
A Carol como sempre usando as roupas curtas e coladas, os dois sentados olhando televisão.
Assistiam um filme, que em certo momento apresentaram cenas de sedução e sexo.
A Carol, olhou para João, que olhava fixo para a Tv, Carol foi baixando o olhar e viu que ele estava com o pau duro, conseguindo vê -lo marcado na calça. Ele deve ter sentido o olhar porque se mexeu, tentando se ajeitar melhor e disfarçar.
A Carol sabia que está seria sua única oportunidade, a mãe estava sempre em casa. Ela se arrumou e sentou mais próximo dele, que nem se mexia, estava tenso.
Ela aproveitou e colocou a mão em cima da perna dele, e deixou lá parada para ver como ele reagiria.
O João nem se mexeu, só suspirou
A Carol ficou mais ousada, colocou a mão sobre o pau do Ricardo. Ele colocou a mão sobre a dela, e olhou para ela com cara de espanto, minha amiga não perdeu tempo
“Calma paizinho (era assim que chamava ele quando criança), só quero te fazer um carinho!”
“Você tá louca Carol, se tua mãe chega e vê essa cena vai enlouquecer “
“Mas é isso mesmo que eu quero, enlouquecer, já sou louca por você a um bom tempo, me deixa paizinho, deixa eu mamar nesse teu pau gostoso!”
Minha amiga, começou a massagear o pau dele e sussurrou “Paizinho, só quero te dar prazer, ser sua putinha por uma noite”
Ele gemeu, e fechou os olhos
“Só dessa vez menina, se tua mãe descobre me mata”
Minha amiga não perdeu tempo e subiu no colo dele, começou a beijá-lo e a rebolar, logo estava sem a blusa, com o João chupando seus peitos enquanto ela rebolava sobre seu pau.
Minha amiga saiu do colo dele, e em frente à ele tirou sua bermuda, ficando totalmente nua, se ajoelhou na frente dele, abaixou sua calça e cueca e viu saltar aquele pau gostoso, lindo, uma rola grande e grossa como ela sempre imaginou.
“Sempre imaginei como seria ter esse pau na minha boca, agora vou realizar minha fantasia”
“Anda logo menina, já que me provocou agora quero tu chupando meu pau, vou arrombar essa tua boca”
Minha amiga, começou beijando a cabeça do pau do João, então de uma só vez colocou todo ele na sua boca, quase engasgando com o tamanho, ficava difícil respirar com ele assim todo dentro da boca.
Respirou fundo e começou um vai e vem bem devagar, mas logo seu “pai” estava com a mão na sua cabeça, segurando seu cabelo, e fazendo ela ir mais rápido.
O tesão era tão grande que minha amiga sentia a buceta pulsar de expectativa em receber aquele pau dentro dela.
Antes que gozasse na boca dela, o João a puxou para seu colo, minha amiga já estava com a buceta pingando, então encaixou o pau dele em sua entrada e foi descendo bem devagar, como era muito grande, e ela nunca tinha estando com alguém com um pau tão grosso, levou um tempo até ela estar com ele todo dentro dela.
Quando ele estava todo dentro dela, rebolou e gemeu “puta que pariu, paizinho, caralho gostoso esse”
Ele só gemeu, deu uns tapas em sua bunda, aumentando o fogo da minha amiga, segurou ela pela cintura e começou a ditar o ritmo.
Logo estavam suados e gozando.
Depois disso, combinaram de nunca mais tocar no assunto, mas é óbvio que as aventuras dos dois não acabaram por aí…
No próximo conto, vou contar como a mãe da Carol, Patrícia participou de um destes momentos.

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


conto erotico categoriacontos euroticoscontos gay casa dos contoscontos erótico gayscontoeróticoscontos eroticos velho taradoconto wroticotransei com meu padrastocontos eroticos femininosconto eróticocontos gay primeira vezcontos eroticos punhetatextos eróticoscontos eroticos de sobrinhaconto erroticoconto eroticos gayconto eroticocontos eroticos de sogracontos eroticos proibidosconto eroticicontoerotico incestocontos eroticos incesto mae e filhocontos de cornoscontos eroticos casaisconto travesticontos eróticos perdendo a virgindadecontos eróticos curtosconto eroticocunhada gostosaconto erotico onibuscontos sexoconto ercontos eroticos maecontos eroticos chantagemcontos eróticoscontos eeoticoscontos cunhadarelatos de cornoscontos heróticoshistorias eroticascontos eróticascontos eroticos filhacontos erotivoscontoserotcotos eroticoscontos eroticos proibidoscomi minha filhahistorias de incestocontosincestoscontos sexyconts eroticoscontos eroticos com novinhascomtos eroticoscontod eroticoscontos eroticos incestocontos eróticos femininoscontos de putariasconto erotiocontos errelatos eroticoscontos eroticos de lesbicasconti eroticocontos eróticos bem safadostraveco dotadocontos eróticascontos eroticos casaiscontos eroticos namoradoscontos eroticos traiçãocontos eroticos mae e filhacontos eroticos de insestocontos eroticos de novinhascontos eroticos mãeconto porncontos eroticos de sobrinhaenteada gostosacontos eroticos com padrastoconto erotico categoriaporno contoscontos eroticos com travestiscontos sexo reaiscontos incesto gay